quarta-feira, 11 de março de 2009

PORTALEGRE FOI CAPITAL POR 9 DIAS


PORTALEGRE POR NOVE DIAS JÁ FOI CAPITAL
10/05/1817 A 19/05/1817
Parece mentira, mais não é, a pequena comunidade encravada no topo de uma, no sertão potiguar, a belíssima Portalegre já foi a capital do Rio Grande do Norte, por nove dias, de 10 a 19 de maio de 1817. Com o desaparecimento do GOVERNO REPUBLICANO, mas precisamente em 26 de abril de 1817, com o assassinato de ANDRÉ DE ALBUQUERQUE e a prisão dos revolucionários, Portalegre, por 9 dias, serviu de capital do Rio Grande do Norte independente. Decidida a abolir a Coroa portuguesa, da pequena Vila de Portalegre a resistência se fazia contra as vilas rebeldes ao acalentado desejo de emancipação dos potiguares.
OS REVOLUCIONÁRIOS:

1 - PADRE JOÃO BARBOSA CORDEIRO, natural de Ociana-OE, nascido a 6 de junho de 1792, filho de Manoel Barbosa Cordeiro e de Maria José de Menezes Cordeiro. Em 1817 ele era o vigário da freguesia de Portalegre, no Rio Grande do Norte, quando instalou a revolução republicana, preparada em Recife e com ramificação nas províncias da Paraíba, Pernambuco e Ceará. O Padre Cordeiro tomou parte muito ativa nesse movimento, sendo membro do governo provisório instalado em 10 de maio de 1817, na vila de Portalegre. A 19, vitoriosa a contra revolução, o vigário Cordeiro fugiu, com outros implicados, para o interior da Paraíba, onde foi preso e conduzido para Recife e daí para Bahia, em cujas prisões permaneceram até o indulto geral de 1821. Participou igualmente, da revolução de 1824, sendo por isso, novamente preso; mas, achando-se doente no hospital militar, pode daí evadir-se, internando-se pelos sertões, onde se dedicou ao magistério da instrução secundária. Anistiado mais tarde, foi nomeado vigário de Granja, no Ceará, paróquia que regeu até 1848, quando, permutou-a com a de Nossa Senhora dos Prazeres, de Maceió-AL, era cônego honorário da capela Imperial e cavaleiro da Ordem de Cristo. Publicou diversas obras em prosa e em verso. O “Dicionário Biográfico de Pernambucanos Ilustres”, do Dr. Pereira da Costa, inseriu um soneto do Padre Cordeiro. Faleceu na cidade de Maceíó-AL, 1864.
2 - AGOSTINHO FERNANDES DE QUEIROZ, natural de Martins-RN, nascido a 21 de abril de 1780 e faleceu em 6 de março de 1866. Terceiro filho de Domingos Jorge de Queiroz e Sá e de Maria José do Sacramento. Casado com sua prima Maria Gomes de Queiroz, filha do Coronel Agostinho Fernandes de Queiroz e de Francisca do Sacramento. Os pais e as mães eram irmãos, sendo eles, portanto, primos carnais, Agostinho sempre residiu na então povoação de Serrinha dos Pintos (atual cidade, criada pela lei Nº 6.492, de 30 de outubro de 1993, instalada em 1) de janeiro de 1997, que teve como primeiro prefeito o senhor Luiz Gonzaga de Queiroz, eleito em 3 de outubro de 1996). Tomou Parte ativa no movimento revolucionário de 1817 e dada a vitória da legalidade, foi preso com outros participantes da revolução. Transportado preso para Salvador Bahia, ali permaneceu quatro anos. Anistiado, voltou a sua terra natal, trazendo dali, sementes de jaca, tão produtivas ainda hoje. Quem conhece Martins, comprova esta realidade. Todos os historiadores potiguares, sobretudo o saudoso Luís da Câmara Cascudo (3012/1892 – 30/7/1986), têm salientado a personalidade deste filho ilustre de nossa querida e amada terra de Martins, o qual tomou parte em novos movimentos patrióticos, como a organização de um batalhão cívico, de elementos de Martins, Portalegre e Pau dos Ferros, à invasão iminente da fronteira pelos grupos de Pinto Madeira, caudilho cearense, defendendo assim a Província em território distante. Em 1838, o regente do Império nomeou-o um dos Vice-Presidentes da Província do Rio Grande do Norte. Em 27 de fevereiro de 1842, era empossado como primeiro presidente da Câmara Municipal de Maioridade, posteriormente, Imperatriz e atual cidade de Martins, governando até 7 de janeiro de 1845, quando passou o cargo para o senhor Domingos Velhos Barreto Júnior, este irmão de Alexandrinha Barreto, primeira esposa do governador Joaquim Ferreira Chaves Filho.
Agostinho Fernandes (que rejeitou o sobrenome PINTO depois de combater as hostes daquele caudilho invasor, conforme ofício ao Presidente da província do Rio Grande do Norte, Dr. Manuel do Nascimento Castro e Silva.
3 – PADRE GONÇALO BORGES DE ANDRADE
4 – JOÃO SARAIVA DE MOURA
5 – ANTONIO FERREIRA CAVALCANTE
6 – MANOEL JOAQUIM PALÁCIO,
7 – LEANDRO FRANCISCO DE BESSA
8 – JOSÉ VIEIRA DE BARROS
9 – PEDRO LEITE DA SILVA
10 – FRANCISCO MARCAL DA COSTA NEVES
11 – JOSÉ DA SILVA CAVALCANTE
12 – PADRE MANOEL GONÇALVES DAFONTE
13 – FELIPE BANDEIRA DE MELO.

O Governo revolucionário teve vida efêmera, mas deixando todavia para a posteriodade o esemplo de coragem, abnegação e patriotismo daqueles bravos sertanejos que sacrificaram seus interesses particulares e suas liberdades em defesa dos sagrados princípios de liberdade e soberania nacional, cujo resgistro que os portalegrenses até os dias tê, a grande honra e orgulho de expressar entre eles mesmos e visitantes – Portalegre já foi capital. Em Natal a revolução se mantevera de 29 de março a 25 de abril de 1817, encerrando-se com o assassinato do comandante André de Albuquerque. Foi-me impossivel de conseguir dados pessoas de todos os revolucionários.

terça-feira, 10 de março de 2009

PRAIAS DA COSTA BRANCA

COSTA BRANCA
O setor turístico é outro setor em franco desenvolvimento. O Rio Grande do Norte conta com uma das paisagens mais belas do Nordeste brasileiro, e suas praias de águas mornas e seu clima sempre favorável o tornam o principal alvo de turistas nacionais e estrangeiros. O setor turístico no Estado ainda é carente de profissionais especializados e subsídios do Governo, mas novas Faculdades e Escolas de Turismo estão atuando cada vez mais no Rio Grande do Norte. Falar em turismo aqui no Rio Grande do Norte não é problema, tendo em vista que nosso estado ser um grande ponto turístico na região nordestina. Temos muitos pontos turísticos, porém, para início de conversa, vamos neste primeiro trabalha falar sobre o pólo turístico chamado “COSTA BRANCA”,haja vista está localizado quase totalmente na Mesorregião Oeste Potiguar.
POLO TURÍSTICO COSTA BRANCA – localiza-se no extremo litoral norte do RN (em uma zona de fronteira entre os estados do Rio Grande do Norte e Ceará), na mesorregião oeste do estado, abrangendo principalmente as costas de Galinhos, Guamaré, Macau, Porto do Mangue, Areia Branca, Grossos e Tibau, como também, o município de Apodi, cuja inclusão deve-se ao Lajedo de Soledade, um conjunto de rochas calcárias formado quando o mar cobria a região, há cerca de 90 milhões de anos, compõe o sítio arqueológico e paleontológico. São belíssimas praias que nos períodos de veraneios de início de ano recebem uma grande quantidade de visitantes, principalmente, a de Tibau, a chamada praia dos mossoroense que no período de janeiro a março recebem cerca de 150 mil pessoas, mas infelizmente não contam com estrutura na rede hoteleira, como também a falta de uma política de turismo para a Costa Branca por parte das prefeituras e do governo do estado.A região tem esse nome devido às dunas brancas e às montanhas de sal que caracterizam o lugar, e que somadas as suas imensas praias virgens, nos dão a impressão do deserto chegando ao mar. Na região da Costa Branca, podemos dizer que o sertão chega ao mar, com a paisagem estando também marcada por vegetações típicas da caatinga, jegues e cabras, espalhados ao longo de grandes enseadas de praias abertas e ainda selvagens, repletas de fazendas e sítios à beira-mar. Trata-se, portanto, de uma zona rural à beira-mar, estruturada economicamente pela produção de sal e petróleo, e também pela agricultura de subsistência e pela pesca – a lagosta e o camarão são comuns na região.Mangues, rios, falésias e carnaubais somam-se às dunas e a pequenos oásis de coqueiros, pintando a paisagem de contrastes marcantes, onde o branco das dunas e do sal se misturam ao vermelho das falésias e ao azul forte do céu que se confunde com o imenso mar, trata-se, portanto, de uma zona rural à beira-mar, estruturada economicamente pela produção de sal e petróleo, e também pela agricultura de subsistência e pela pesca – a lagosta e o camarão são comuns na região
Existem poucos lugares no mundo aonde o sertão chega ao mar, como acontece na Austrália, na África e no Brasil. Mas o sertão em forma de caatinga só existe no Brasil. Então a caatinga encontrando o mar, é um fenômeno raro que só acontece no Brasil e especificamente na região da Costa Branca, destacando-se na Praia de Ponta do Mel: região única no mundo onde a caatinga encontra o mar!
Algumas dessas praias são disertas não contando com qualquer serviço de hostelaria, nem estrada para receber os turistas, como é o caso de Morro Pintado e Morrinhos, município de Areia Branca, e Rosado, em Carnaubais.
De todas as praias da Costa Branca o destaque maior é para a Praia de Tibau, distante 42 quilômetros da cidade de Mossoró, principal pólo turístico dos mossoroense e dos oestanos, devido suas belas dunas, seus lindos morros e areia colorida e ainda pela sua infra-estrutura, como: bares, restaurantes, hotéis, balneários, além de estradas pavimentadas, através da BR 304 e a RN 013, porém, ainda muito distante do ideal, em todos os aspectos. No que diz respeito a estrada, a rodovia estadual já deveria ter sido duplicada. Como também as construções de uma ponte ligando as cidades de Areia Branca e Grossos, sobre o rio Mossoró, além de uma rodovia ligando os municípios de Grossos e Mossoró construída nas margens do referido rio, passando pela comunidade Passagem de Pedra, cuja estrada deveria ser chamada de “CAMARÃO E SAL”. Imagine você Mossoroense sair de Mossoró para Tibau, conhecendo as belezas do Rio Mossoró, passando pela maré, iniciada na barragem da comunidade Passagem de Pedra e seguindo por várias comunidades de pescadores e salineiros, conhecendo as salinas existentes nas margens do rio e chegando a Grossos e daí, continuando viagem pela já estrada pavimentada na beira-mar, denominada de “Prefeito DEON CAENGA”, inaugurada em 17 de janeiro de 2008, passando pelas praias de Grado Bravo, Areias Alvas e Pernambuquinho até chegar a Tibau. Êta que sonho difícil de ser realizado, porém, seria bom que um dia se tornasse realidade. Com essa rodovia não imagina o crescimento dessas comunidades.
A segunda praia mais visitada é a de Upanema, na cidade de Areia Branca, como também a de Morro Pintado, localizada em um dos mais idílicos locais do litoral potiguar, sendo um verdadeiro paraíso perdido que surge aos olhos de seus incrédulos “desconhecidos”.
De uma hora para outra, grupos de investidores estrangeiros descobriram as belezas da região
02/11/8 -Costa Branca e se programam para investir com força no pedaço. Pousadas e hotéis estão nos planos desses investidores.
PRAIAS:
Areia Branca
PONTA DO MEL.
MORRO PINTADO
UPANEMA
PRAIA GRANDE
REDONDA
PRAIA DO MEIO
TIBAU:
Emanuelas
Morro do Chapéu
Praia de Tibau
GROSSOS:
Gado Bravo
Areias Alves
Pernambuquinho
Barra
Praia de Grossos
CARNAUBAIS:
Cristovão
Rosário
PORTO DO MANGUE:
Porto do Mangue
MACAU
Camapum
Barreiras
Soledade
Diogo Lopes
Ponta do Tuburão
GUAMARÉ
Guamaré
OBS.: Macau e Guamaré ficam encravados na mesorregião Central do Estado
COSTA BRANCA - A idéia de formar um consórcio de municípios a partir de Mossoró, passando por Areia Branca e outras cidades localizadas na chamada região da Costa Branca, é antiga. A criação da Associação dos Municípios da Região da Costa Branca (Amucosta) consolidou o Pólo Costa Branca que começou com 11 municípios associados e atualmente já são 17.
O pólo foi criado em fevereiro de 2005 por iniciativa do prefeito de Areia Branca, Manoel Cunha Neto, "Souza" (PP), que também é presidente da Amucosta, com o objetivo de fortalecer o turismo na região. Ele explica que a associação deu suporte para a formação de consórcios intermunicipais, elaboração de projetos e programas sociais voltados para a melhoria das condições de vida na região. Dentre as propostas defendidas pelo pólo estão os desafios para sanar problemas como habitação, saneamento básico, além da busca de ferramentas para combater a fome, a falta de água e promover a geração de emprego e renda utilizando as potencialidades dos municípios
Inicialmente o Pólo Costa Branca era composto pelos municípios de Areia Branca, Mossoró, Grossos, Tibau, Serra do Mel, Porto do Mangue, Carnaubais, Assú, Macau, Guamaré e Galinhos. Os resultados alcançados nos primeiros três meses do consórcio intermunicipal atraíram cinco novos municípios. São eles: Caiçara do Norte, São Bento do Norte, São Rafael, Itajá e Pendências e por último Apodi.
- Macau há locais interessantes como, suas praias paradisíacas e as monumentais pirâmides de sal marinho, formando um belo e inesquecível cenário que encanta turistas e inspira poetas. Além das belezas dos edifícios com estilo preservado durante o decorrer dos anos e do povo acolhedor de toda a cidade, Macau tem locais interessantes como suas praias e as salinas.
As praias de Camapum, Barreiras, e Diogo Lopes, são paraísos ecológicos, ainda inexplorados que podem ser alcançados por estradas asfaltadas ou em prazerosos passeios de barcos.
As monumentais pirâmides de sal marinho, que se erguem às margens do rio Açú, formam um belo e inesquecível cenário que encantam turistas e inspira poetas.
O município é um dos maiores produtores do mundo de sal. Suas salinas garantem o suprimento do mercado nacional com um produto de alta pureza e de grande aceitação, inclusive no exterior. O sal é produzido através de um processo contínuo de evaporação de água do mar. A colheita ocorre normalmente entre os meses de Junho a Janeiro. É colhido, lavado com salmoura e empilhado formando belo espetáculo.
- Mossoró é conhecida carinhosamente como "a terra do sol, do sal e do petróleo". Possui o principal ponto de extração de petróleo em terra do Brasil, possui grandes salinas.
- Apodi possuiu m atrativo diferenciado é o Lajedo de Soledade, um conjunto de rochas calcárias formado quando o mar cobria a região, há cerca de 90 milhões de anos, compõe o sítio arqueológico e paleontológico.
Galinhos é quase uma ilha. Deixa-se o carro em um estacionamento gratuito e se pega barcos para chegar a "ilha". O lugar é tranquilo, com ruas de areia e um lindo pôr-do-sol na Praia do Farol. Recomendo a Pousada Oásis Galinhos e o passeio de barco que visita os salares, dunas e o povoado de Galos. Camapum é uma das praias de mar mais verde que já vi e a longa faixa de praia deserta ao lado, onde nem carros passam, convida a uma longa caminhada em meio ao silêncio e o visual do mar.
No litoral norte potiguar, já na região de fronteira com o Ceará, a chamada Costa Branca vem chamando a atenção dos praticantes do ecoturismo e do turismo de esportes e aventura.


17/01/2008 – Inauguração do trecho de 22 quilômetros de rodovia, que interliga os municípios de Grossos e Tibau, pela governadora Wilma de Faria. A rodovia recebeu o nome do prefeito João Dehon Caenga, que foi executado por engano pela Polícia no dia 23 de junho de 2005 na BR-304, perto do município de Santa Maria. que, além de beneficiar o turismo, também vai facilitar a escoação da produção de sal, camarão e pescado do litoral desses dois municípios.O Governo do Estado investiu R$ 5,8 milhões na construção da Rodovia Dehon Caenga. O trabalho foi executado pelo Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER).

segunda-feira, 9 de março de 2009

SISTEMA PENITENCIÁRIO DO OESTE

SISTEMA PENITENCIÁRIO DO OESTE


Penitenciária Federal de Mossoró
Sítio Riachão, Zona Rural de Mossoró – RN 015 – MOSSORÓ/BARAÚNA
Inaugurada em julho de 2007
A Penitenciária Federal de Mosoró foi a terceira a ser instalada no País, conta com 250 agentes penitenciários contratados através de concurso público. As obras da consrução do presídio foram iniciadas no dia 30 de outubro de 2005, com capacidade para abrigar 200 presos em celas individuais, construída numa área de 12 mil metros quadrados. A autorização foi dada pelo Ministério da Justiça, cuja construção obedeceu a uma determinação da Lei de Execução énal, de 1984, que não foi cumprida por nenhum outro governo.
A penitenciária federal de Mossoró é de segurança máxima e sua está localizada nas proximidades da Penitenciária Agrícula Mário Negócio e da Cadeia Pública Juiz Manoel Nofre de Souza. Inicialmente a mão-de-obra foram dos presos da PAMN que tinham bom comportamento e que receberam salário compatível com cada função, além de ter um dia de pena reduzido para cada três dias de trabalho
As penitenciárias federais são destinadas a presos de alta periculosidade e contam com celas individuais e monitoramento com cerca de 200 câmeras. O uso de bloqueadores de celulares também é feito para evitar que qualquer comunicação seja feita de dentro da unidade prisional.

COLÔNIA PENAL “Dr. MÁRIO NEGÓCIO”
RN 015 – MOSSORÓ/BARAÚNAS – ZONA RURAL
Inaugurada em 10 de março de 1979, construída em convênio com o Ministério da Justiça, na gestão do então Presidente da República, General João Batista de Figueiredo, Governo do Estado, na pessoa do Governador Lavoisier Maia Sobrinho e da Prefeitura Municipal de Mossoró, na administração de João Newton da Escossia. A solenidade inaugural foi presidida pelo Governador Tarcísio Maia, presente todo seu secretariado e famílias locais. Discursaram o Governador Tarcísio Maia, Prefeito João Newton e dr. Danilo Negócio, filho do patrono, em agradecimento à homenagem.
PATRONO: Dr. Mário Negócio de Almeida e Silva, natural de Fortaleza-CE e falecido em 30 de março de 1951, vitimado por desastre automobilístico em Tacima-PB, Secretário Geral do Estado da administração do Governo Jerônimo Dix-sept Rosado Maia. Viajava à capital pernambucana em missão do governo do Rio Grande do Norte, tendo como companheiro o Major Flamínio, da guarnição federal no Estado, José Herôncio de Melo, ambos feridos no acidente e o comerciante Omar Medeiros, também falecido no local do desastre.
O Dr. Mário Negócio residia em Mossoró, onde exercia a advocacia, além de exercer o magistério como professor dos vários estabelecimentos de ensino secundário da cidade. Jornalista, orador fluente e de grandes recursos, o dr. Mário Negócio deixou expressiva mostra de cultura aos potiguares.

ALGUNS EX-DIRETORES:
Capitão Fábio José Moreira – 1988
Capitão Fernane Formiga da Silva
Bel José Mário
Advogado Jefferson Freire de Lima -
Advogado Mário Jácome – 17/05/2004
Advogado Severino Urbano – interino – 02/12/2004
ATUAL DIRETOR:
CAPITÃO FRANCISCO ALVIBÁ GOMES FERREIRA, natural de Luís Gomes-RN, nascido em 28 de julho de 1967, filho do coronel Afonso Gomes Ferreira e de Maria das Graças Ferreira. Ingressou na PM em 30 de janeiro de 1989, como aluno-a-oficial, na Academia PM do Estado do Ceará. Casado com Silvia Regina Alves de Souza, matrimônio realizado em 12 de abril de 1996, ela natural de Pau dos Ferros. Pai de dois filhos; Bruna Souza Ferreira, nascida em 31 de dezembro de 1997 e Felipe Souza Ferreira, nascido em 1º de abril de 1999.


CADEIA PÚBLICA JUIZ MANOEL ONOFRE DE SOUZA – MOSSORÓ
Sítio Riachão, Zona Rural de Mossoró – RN 015 – Mossoró/Baraúna.
Inaugurada em 23 de maio de 2002
Inaugurada em 23 de maio de 2002 pelo então governador Fernando Freire, com a participação de várias autoridades do estado, entre elas, a do Anísio Marinho Neto, Secretário de Defesa Social.O principal objetivo desse presídio é desafogar as delegacias da cidade de Mossoró e região. O primeiro diretor da Cadeia Pública de Mossoró foi o bacharel Johnson Peixoto. Com a participação com capacidade para 86 presos provisórios. Com uma área física de 1.940 metros quadrados, com 28 celas, sendo 4 especiais (individuais) e 4 para visitas íntimas
EX-DIRETORES:
1º - BEL.JOHNSON KRIECER DO VALE PEIXOTO – 25/05//2002
Vice-diretor – Francisco Jorge Queiroz
2º - Bacharel Mário Jácome de Lima 17/03/2003
CEDUC DE MOSSORÓ
O CEDU de Mossoró é considerado uma unidade modelo para reabilitação de jovens infratores. São encaminhadas para o Cedud as crianças e adolescentes que cometem atos infracionais e cumprem medidas de privação de liberdade.
Outra diferença das unidades de Natal e Parnamirim é de que a de Mossoró foi a primeira a atender aos dois sexos.
O prédiodo Cedud de Mossoró desperta a atenção de quem passa pela BR 405 sentido Mossoró Natal, pela sua beleza. O Estado investiu cerca de R$ 4 milhões na construção, com capacidade para a atender 48 adolescentes de Mossoró e região. A unidade atende jovens na faixa etária dos 12 aos 18 anos incompletos, em cumprimento de medidas sócio-educativas.
A Fundac disponibiliza uma rede de atendimento aos adolescentes infratores em Mossoró que completa os programas de Liberdade Assistida (LA), Prestação de Serviço à Comunidade (PSC) e as medidas de semiliberdade no Ceduc de Mossoró é internação provisória de at-e 45 dias (CIAD). O Ceduc de Mossoró funcionava anteriormente no Conunto Santa Delmira e no ano de 2007 passou para a nova sede, localizada as margens da BR 304, saída para Natal

PENITENCIÁRIA REGIONAL DE PAU DOS FERROS
A Penitenciária Regional de Pau dos Ferros foi inaugurada em 7 de dezembro de 1993, construída no governo de José Agripino Maia, com capacidade para 85 apenados. Ocupam uma área de terreno de 2.064 metros quadrados e 963 metros quadrados de área construída, com disponibilidade de uma área para construção de 1.128 netros quadrados. O primeiro diretor desse presídio foi o Capitão PM Wellignton Alves Pinto, e como primeiro diretor, o subtenente Ivo Cipriano de Almeida.
EX-DIRETORS:
CAPITÃO PM WELLINGTON ALVES PINTO, natural de Angicos, nascido em 13 de maio de 1958, filho de Raimundo Pereira Pinto e de Maria Salete Alves Pinto. Ingressou na PMRN em 27 de fevereiro de 1980, como aluno-a-oficial. Casado com Ângela Maria Melo, matrimônio realizado em 26 de julho de 1984, em Natal.

SUBTENENTE - DJALMA FERNANDES DO REGO, natural de Pau dos Ferros, nascido em 16 de fevereiro de 1941 e falecido em acidente de trânsito na BR 405, no dia 19 de agosto de 2002, filho de Francisco do Rego Leite e de Ubaldina Fernandes do Rego. Ingressou na Polícia Militar no ano de 1970, na condição de soldado Rádio Operador, posteriormente galgou as promoções de cabo, 3º sargento, 2º sargento, 1º sargento e subtenente. Exerceu o cargo de delegado de polícia dos seguintes municípios: Martins, Portalegre, São Francisco do Oeste, Rafael Fernandes e outros. De 1997 a 2002 exerceu a função de diretor do Presídio Regional de Pau dos Ferros.
SUB TENENTE - JOSÉ NERES SOBRINHO, natural de de Campo Grande-RN, nascido em 21 de novembro de 1937, filho de Virgílio Neres da Silva e de Beatriz Jácome. Atualmente encontra-se no quadro da reserva remunerada da PM, desde 26 de maio de 1987. Casado com Zuleide Neris Pereira, natural de Pau dos Ferros, filha de José Pereira e de Maria Bezerra da Silva, com dois filhos: Marcelo Márcio Neris Pereira, natural de Pau dos Ferros, nascida em 21 de março de 1978, casado com Maria Lucineide de Oliveira, natural de Portalegre-RN, nascida em 21 de setembro de 1979, filha de Francisco Wilson Rego e Noômia de Oliveira; e Patrícia Neris Pereira, solteira.


CADEIA PÚBLICA DE CARAÚBAS “PROMOTOR MANOEL ALVES PESSOA”
Na área da Companhia de Polícia de Apodi apenas dispõe de um estabelecimento penitenciário, trata-se da Cadeia Pública “Promotor de Justiça Manoel Alves Pessoa”, localizada na Rua projetada, s/nº, no Bairro Leandro Bezerra, na cidade de Caraúbas, construída pela Governadora Vilma de Farias, em convênio com o Ministério da Justiça, através do Ministro Mario Tomaz Bastos, inaugurada em 23 de dezembro de 2004, que teve como primeiro diretor o bacharel Jackson Edson Nobre Praxedes. A primeira fuga ocorreu no dia 30 de janeiro de 2006,, quando por volta das 2 horas os presos de alta periculosidade: Luiz Carlos da Silva, Pacajus; Paulo Roberto Ferreira da Silva, O Rambo; Leandro Neves de Farias, Bola de Neves; e Jailton Saturno da Silva, Perneta, fugiram da Cadeia Pública de Caraúbas. Todos foram recapturados. No dia 14 de fevereiro de 2007 registrou-se a segunda fuga, quando 8 presos perigosos e armados com pistolas e facas fugiram pelo portão principal. No momento da fuga o Cabo Luciano Anísio de Lima foi assassinado e a agente penitenciária Marta Maria de Souza foi usada como escudo humano para a fuga, que estava na recepção. Posteriormente, a Polícia conseguiu matar 7 dos fugitivos: Ailson Gomes Pereira, David L. Bezerra, Daniel K. Campelo,Fábio Luiz Gomes, Francisco D. V. Nascimento,José Railk da Costa, Marcos Gomes dos Santos,Paulo Herkson de Araújo
ATUAL DIRETOR
Bacharel Francisco Canindé.
Diretor

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS
A SUA ENCICLOPÉDIA DIGITAL, COM 64 BLOGS E MAIS DE 2 MIL LINKS

MUNICÍPIOS DO OESTE

CÂMARAS MUNICIPAIS